terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Alguma poesia

Elas
Elas ilustram, dizem, desdizem, maldizem, bendizem, redizem.Entre elas há simpáticas, bem como antipáticas, arrogantes, e até pedantes. Há umas que, quando se juntam a outras, dizem verdades absolutas, incontestáveis; outras, no entanto, preferem reunir-se para mentir, difamar, falar mal de alguns. Sei também que, na turminha delas, existem umas que dizem o que eu não queria que fosse dito. Há ainda as que desdizem o que eu disse. Às vezes, passo horas contemplando-as, analisando cada modo, suas flexibilidades, seus passados; aliás, alguns são mais-que-perfeitos. Quantas outras vezes já sofri, por não saber, entre tantas, qual delas é a mais bela, a mais expressiva, a mais convincente, a mais charmosa! Autênticas não-fáceis de serem escolhidas ou empregadas; são elas, as palavras!